Tudo fortaleze

Tudo fortaleze
Nascem coisas de onde menos imaginamos.

terça-feira, dezembro 20, 2011

O silenciar da fala!

Algo sufoca!
Me rouba a fala!
Me tira o sono.
Palavras não conseguem ser digeridas.
Isso causa dor,
Aflição,
Pânico (...)
Demência.
Causa uma tristeza que assombra.
Estas diante aos meus olhos.
Mas o medo assola lábios.
Tudo enfraquece.
Miserável sentimento que se instala.
Sem gestos.
Nada de reciprocidade.
O frio,
O escuro, 
O espinho!
Nada de passos!
Sem força para seguir.
Cadê o horizonte.
Como cruzar a ponte ?
Em pé de grito surdo!
De olhos cegos.
Com pés calejados.
Mãos que confortam mais não encontram afago!
Onde estás o final da ponte desse tormento ?