Tudo fortaleze

Tudo fortaleze
Nascem coisas de onde menos imaginamos.

terça-feira, dezembro 20, 2011

Débil

Angústia, 
Lágrima que não saem!
Grito abafado.
Dor difusa!

Mão que sufoca garganta.
Dedos que reprimem.
Olhar indiferente.
Desnecessária é a existência!

Comprimi-se o desajeitado(a)!
O aleijado em sentimento.
Destilou com lábios o fel.
Crueldade ao qual papel o desajeitado (a) assumiu!

Uma debilidade incontestável.
Amargura, covardia
Mande a chuva levar embora.
O desajeitado e aleijado em sentimentos (...)
Devem-se completar!