Tudo fortaleze

Tudo fortaleze
Nascem coisas de onde menos imaginamos.

segunda-feira, junho 25, 2012

Acordar.
Dormir.
Ver a morte.
Não existe fogo.
Não há sangue.
Tudo morre e está sem cheiro.
Não há sonhos.
Sem amor.
Sem seu amor.
Pesadelos diários.
Solidão em sua presença.
Presente solidão.

Ideia

Celeiro de ideias.
Fagulhas no coração.
Incendiam a alma.
Lembranças empoeiradas.
Sentimento forte.
Desejo união de nossa vidas.

sexta-feira, junho 22, 2012

Análise

Analisar ao fundo
Tremer, gemer,argumentar (...)
Invadir o subconsciente.
Nada é eterno.
Estar em um prédio em chamas
Não tenho oxigênio, começo a delirar.
Sem mentir para a realidade, sem omissão da verdade.
Quero que entre nas minha veia 
Vejo a  dor e tristeza irem embora
Quero entupir as veias e artérias de alegria.
Tenho um plano B.
Pode ter a sorte ao seu lado.
Consolo rápido para aliviar a dor.
Simetria.
Caso fascinante.
Irrigar sua raiz com amor.
Não estamos sós.
Análise profunda.
Futilidade necessária.
Ainda há fogo no prédio.

Encerramento

Entremos na sala.

Aceitar as diferenças.

Quero um grande encerramento.

Chega de lágrimas derramadas.

Tomemos um Martini.,Champanha,Vinho (...)

Cantemos sem ritmos, completamente bêbados.

Acredito no seu interesse.

Façamos uma façanha.

Sejamos incríveis.

Espelho final

Um rosto,
Uma mão que segura.
Chegar ao fim, em algum lugar.
Um som.
Uma imagem, 
Uma guerra.
Chegam os fuzileiros
Impressionados, 
Chega a batalha final.
Sem estratégia, sem arma.
Nossa última viagem!
Enfrentemos nossos medos.
O espetáculo está cena.
Mergulhe dentro de si, 
Penetre o eu.


quinta-feira, junho 21, 2012

Há cura ?

Doí,

Machuca,

Fere,

Aperta,

Arde,

Choca,

Queima,

Sangra,

Entristece...

Burrice,

Sem frases,

Somente palavras!

Reabilitação dura.

Crise de abstinência.

Volta,

Aflição,

Sofrimento,

Ira,

Tormento,

Desanimo,

Melancolia,

Idiota,

Reeducação,

Quimioterapia,

Escapar,

Da indiferença,

Do câncer rejeição.








Brilhar

Abra seu coração.
Viaje pelo meus lábios.
Desvende os mistérios.
Conduza meu olhar.


Desperte!


Abras as portas.
Acaricie a pele.
Que o sentimento se exponha.
E a íris brilhe!

O que eu quero ?

Não quero te ver triste.
Ver lágrimas em seus olhos.
Não quero que perca a esperança.
Quero a confiança!


Não lhe quero longe,
Não quero pesadelos.
ou noites de tormento.
Quero te perto.


Não quero aflição,
Agitação, oscilação ...
Nada de pensamentos perdidos
Nem quero a dúvida.
Quero certeza para o coração.


Não quero seus pés frios.
Nem seus lábios secos.
Sem ironias complexas.
Quero seus braços quente a me envolver.


Quero a diversão.
Quero situações.
Não quero me apaixonar por ti apenas uma vez, duas,
três vezes ... quero me apaixonar todos dias por ti!



terça-feira, junho 19, 2012

Vida

Quero poder cantar.
Quero poder encantar.
Desejo a voz.
Desejo sua voz!


Desafio,
Desafiar o tato,
Do paladar,(gutação)
Da lenta transpiração..


Sudação de coração.
Na floração do olhar.
Da imaginação desnuda.
Que preenche nosso viver.

Retorno

Fogueira da euforia.
Desprendimento de corpo.
Ilumina-se a alma.
Os olhos cintilam.


Aroma no ar.
Flores para te cobrir.
Sonhos compartilhados
Esperança renova.

Separação

Estou chorando.
Quero cantar a dor.
Sentir o peso ir embora.
Chega de proximidade.
Você foi trapaceiro.
O elo quebrou !

sexta-feira, junho 08, 2012

Alguém

Alguém  te fere.
Alguém de iludi.
Você confia.
Alguém te magoa.


Pessoas verdadeiras.
Atividade rara.
Raro é carinho descomprometido.


Vítima não sou.
Pois o maior erro foi meu.
Meu descuido,
Erro em acreditar na bilateralidade de sentimentos.

Lembrança

Preciso de você.
Existem cenas que não precisam de legenda.
Um gesto simples de afeição.
Carinho no olhar.
Ser a estrela que te guia.
Guardarei-te sempre no coração.

Ontem

É como estar em coma.
Percebo-me imóvel
Esqueci dos detalhes..
Joguei cartas 
Perdi a partida.
O relógio não para.
Continuar ...
Quero abandonar-te.
O destino é irônico!
Gera fantasias.
Nos tira o sabor.
Quero um série de situações.
Quero acordar.

Hoje

Não há romance.
Não existe palavras.
Conhecia seus defeitos
Aprendi a verdade. 
O Básico do ser humano.


Vou carregar essa dor e me refazer.
Que superar-te.
Quero alegria cardíaca.
Chega de sorrisos falso.
O coração doí pelo erro cometido.
Então pago isso!

Apagado

Sinto frio.
Sinto a doença.
Vejo a despedida.
Pegadas apagadas.


Fragilidade a atitude.
Um dia se aprende a ser indiferente.
Descobre os olhos da falsidade.
E o brilho para de ser visto.

ILUSÃO

Coração partido,
Sonhos esmagados,
Dor que não passa.
Afagada em tristeza.


A indiferença existe.
Quão ridícula fui.


Baixei a guarda.
Deixei me levar pelo encanto.
Pelo seu fascínio.


Agora é tarde.


O dano já causado.
Amargo é o sabor.
Os olhos estão frágeis.
E a ilusão foi perdida.

terça-feira, junho 05, 2012

Fisiologia

Cérebro primitivo,
Desejo, 
Interesse sexual.


Prazer,
Sensações emocionais.
Razão, fantasia, excitação!


Beijos e carícias.
Pescoço e orelha.
Olho no olho.


Boca na boca.
Mãos no corpo.
Desejo ardente de luxúria.

Viciante Quimica*


Uma aceleração cardíaca.
Uma mitologia.
Um olhar encontrado.
Coração perdido.


Uma descarga de emoção.
Libera a alegria, a felicidade, Dopa, Dopamina!
Feito droga, feito cocaína*!


É barato!
É viciante!
Causa abstinência em sua ausência.


Sendo a morfina que alivia a minha dor.
A endorfina que traz o prazer.
Laços afetivos que ligam oxitocina e vasopressina.
Quero a euforia proteica de corpo.


Sejamos o calmante para dias chuvosos.
Digo não ser paixão.
Pois dopaminas e endorfinas continuam em meu coração.
Feromônios que completam.


Quero nossa explosão química.
Cafeína como em todas as manhãs.
Cafeína ao anoitecer.



* neurocientista Renato Sabbatini, diz que o mecanismo cerebral de viciar-se é idêntico o da cocaína.

Me olhe ...

A tensão corre nas veias
A pressão sobe.
O sangue borbulha.
As pupilas se dilatam.
O coração dispara.
A voz que não sai.
Os olhos que murcham
O grito que sufocado.
Amor comprimido.
Brilho que se apaga.
Lábios que tremem.
Torço ver-me.
Amor sedutor.
Me olhes, me deseje, me ame


E me olhe, olhe meu amor!





Das

Dormo com ideias 
Dormo com os sonhos.
Dormo na esperança.


Sonho ...
Sonho que sonhamos juntos.
Sonho nos seus braços.


Amo ... 
Amo seu cheiro,
Amo seu coração.




Noite amarga

Acidez irônica.
Palavra que cortam.
O obscuro encontra-se no seu olhar.


Desprezo à noite onde não encontro a  temperança. 
A revolta disputa vaga no pensamentos.
Incertos são dias.


Das noites tenho solidão.
As lágrimas trazem o sal.
Amargo ficam os olhos.

Querer-te *

Quero de ofertar meus lábios,
Meus pensamentos,
Minha loucura.
Quero te dar meu amor,
Meus suspiros,
Minhas mãos,
Quero te dar meu silêncio,
Oferecer-te o sol,
Meu corpo.
Ofereço-te meu sorriso na dor.
Calmaria no seu desespero.
Um mescla de alegre. 
Quero, quero somente você!
Quero  a sua música que embala sua,
Permanecer em seus sonhos.
Quero compartilhar a felicidade da vida com você.


Do querer


Gostaria que me pegasse pela cintura.
Quero  sentir seu cheiro na minha pele.
Sentir o toque de seus lábios.
Provar o gosto de sua boca.
Ter o seu toque em corpo.
Quero pupilas que se misturam com a cor de seus olhos.