Tudo fortaleze

Tudo fortaleze
Nascem coisas de onde menos imaginamos.

terça-feira, setembro 13, 2011

What's your problem

What's your problem ?
Desisto (...)
Não suporto mais
És somente você que quero em minha vida.
O brilho que quero presente para todo o sempre.
Rio por onde eu possa navegar sem ter medo de suas tormentas.
What's your problem ?

Funny you are boring me.
Be bold.
Make me smile more and more

What's your problem ? 
Confesse (...)

I feel the same.
It only lacks the courage and daring to feel it.
Wha'ts your problem ?
My darling ...
You've got a friend in me.
And more than just a friend you have woman who can love!



domingo, setembro 11, 2011

Onde vou parar ...
Quero inversão de papéis!
Seja eu e me deixe ser você.
Troquemos as ideias 
Troquemos o paladar, a língua ...
Deixe o sangue fluir
O amor brotar
Que borbulhe as alegria 
Não seja efêmera a felicidade.
Se deleite os sentimentos
Pois nublados já és a Lua que semeia na noite.
Que clareie o dia e estenda pelos nossos dias 
Sorrisos doces como esse belo dia!

sábado, setembro 10, 2011

Nadar em águas
Seguir a corrente de nossos desejos.
Ventos que me levam a ti.
O mar que te trouxe a mim.
Desembarcamos em solo perfeito.
Praia como nosso ninho.
Você vem de mansinho.
Leve, observador, protetor 
(...)
Doce, calmo ...
"Better with you" !
Ardor sem nome.
Um voo rasante!
Olhar para baixo 
Olhar para cima 
E lá você está.
Fuja comigo!
Me leve embora.
Me rapte...
Pois já roubou meus sentimentos ...
Não entendo seus sentimentos.
Sei de seus problemas.
No que se sente preso
A luta de seus sentimentos.


Desejo (...)


Degradante o ridículo possível,
Um arraso.
De forma séria aprisionado em suas questões.


Mente,coração, ilusão, amor (...)


Porque tinha que acontecer ?
Diário é o mar
Não consigo abrir seu olhar
Peixinho deixe nadar.
Não finja.
Não desperdice o tempo.
Seja atirador. 
Mire.


Deixe pânico de lado.
Terrível é o silêncio.
Tortura desse trauma.


Liberte emoção
Corra para os meus braços.
Sigamos sem culpa e 
Desvendemos o amor!

Quero decisão tomada.
Surpreenda-me certo alguém!
Ensina-me a te amar mais...
Tire o fôlego.
Faça-me flutuar ...
Solidariedade de abraços.
Continente de beijos imersos em oceanos de amor!
Ligação noturna.
Corpos separados.
Desejo que arde.
O coração que bate.
Encanto despertado!
Não quero seu olhos tristes
Silenciado na incerteza.
Certeza terá ao ver os meus de seus aos encontros seus.


Seus ensinamentos, 
Sua surpresa...
Sua invasão que capta meus sonhos.
Sua pele que desejo.


Não te quero vagando;
Pisando em falso e chorando.
Sensações despertas.




quarta-feira, setembro 07, 2011

Acredito

Acredito em você ... 
Acredito no seu olhar.
Tens a sabedoria,
Inteligência.
Acredito em sua essência
Na sua pureza.
Vejo verdade em suas palavras.
Creio no seu poder.
Confias em mim como confio em você.
Afinemos nossa crença
Sem julgarmos os atos.
Acredito em nós!
Acreditemos na entrega desse amor.

segunda-feira, setembro 05, 2011

Me despeço de ti oh, tristeza!
Fecho os olhos para ti oh, solidão!
Não te quero perto oh, ausência!


Aceno para alegria.
Abro a porta para a felicidade.
Perto de mim está o amor!
A aflição de rotina 
Medo do involuntário ..
Insatisfação na solidão sem suas mãos
Sofrimento com ventos de tormento...
Perca (...)
Ânsia, 
Desamor pela mentira ...
Imperfeição de  coração, 
Angústia sem sua presença ...
Fragilidade verdadeira, 
Timidez no olhar ,
Desapego, ilusão...
Simplicidade com carinho ...
Ternura e doçura, 
Amor temporal e sensual, 
Prazer com saciedade ...
Felicidade descomunal,
Dentre alma de poeta.
A flor de um sonhador!
Vou estar bem assim que:
                 Ouvir sua voz,
                 Sentir seu cheiro,
                 Sentir sua emoção.
Vou estar bem assim que:
                Estiveres aqui,
                Energia do amanhã,
                Translúcido raio.
Vou ficar bem,
                Desarmada e preparada,   
                Ao alcance de suas mãos 
                E perto de seu coração.

               

                 
                   
         

domingo, setembro 04, 2011

Cair em profundo silêncio.
Passaporte de segredo.
Radiante está o dia.
Alucinação passageira.
Delícia e emoção.
Choro de alegria.
Sentimento embaixador.
Tristeza na ausência
Frágil, delicada madrugada.
O que sucumbe o pranto?
Tristeza pálida e gelada.
Face que treme.
Burburinhos das águas.
Coral de sonhos e lampejos aflitos.
Satisfazer a realidade.
A  sensibilidade adormece a melancolia.
Os batimentos seguem com o ritmo da vida.

Ideias

Ideias vagam.
Estão confusas, soltas e sem consenso
Não de ajustam(..)
Sem forma (..)
Sem encaixe; 
Página em branco.
As letras não se formam.
O alfabeto está indefinido.
Não há ideia exposta.
Sem diálogo.
Somente o nada que insiste em rondar.
Atmosfera de silêncio.
Ouço pássaros e os pensamentos.
Aromas se aproximam com o vento.
Um balé de cores enfeita e dança ao meu redor.
Prazeres indescritíveis
Que não podem ser verbalizados
Deleitam-se ao meu olhar!

sábado, setembro 03, 2011

Mistura.

Mistura do amarelo,
           (Sol)
Mistura do azul,
          (céu)
Mistura do vermelho,
         (sangue)
Que compõe seus olhos!
No corpo não existe mistura.
Se embarca e viaja em 256 cores
de suas combinações imagináveis!


Estima minha
Fui buscar bem lá no fundo.
No fundo do oceano.


Lá encontrei uma ostra
Difícil de abrir.
A mais valiosa de todo oceano.
Coberta com seu manto.


Tão somente eu consegui abrir-la.
A provar  teu manto
Mergulhar e desvendar teus mistérios
Uma certa aflição, angústia
Sensação de perto ao coração
Frio, o vazio, meu desassossego.


Ansio-seletivamente pelo nosso encontro
Já não suporto mais 
Isso queima,doí  causa mal estar.


Injeção de meu humor
Cura para dor.
Espelho de minha alegria.


Volte meu amor.

Onde esta minha expiração.
Perdida, agonizando no esquecimento
Expiração fugiste.


Como te encontro
De onde surge.
São fagulhas ...


Cabeça vazia
Pensamento vago
Poeta sem ideia
Poema sem direção.

Durmo,
Acordo,
Corro,
Me desespero.
Grito,
Choro e
Me descabelo!
Movimentos em silêncio

Que ensurdece o peito e prende fogo n'alma!

Ansio por ter te perto
Perto de meus olhos,
De meu corpo...


Por ter entre meus dedos
Entrelaçados em minhas coxas
Delícia do meu prazer.


Faz casa no meu corpo
Algema minha alma
Percorre minha malícia ...

Como te sentir mais perto.
Não lembro de teus olhos.
Seu cheiro não se faz presente.


Distante, ausente ...
Inconsequência do universo.
Juntos, separados,misturados


Vejo o céu de dia e a noite
Por anda estas a deixar a marca na areia ?
Marque o futuro
No presente já entraste.



Testo cores,
Imagens a se formar
Lamparina de ideias
Correntes a se unir


O abrochar de um segredo
Mesclas do dia
Sentimento que esta em  silêncio.
Insanos são os olhos a te mirar.

quinta-feira, setembro 01, 2011

Aproveitar cada minuto,
cada segundo meu terno amor.
O desabrochar das flores


Som dos pássaros
O ritmo das ondas
As nuvens a dançar


Vento que refresca.
Calor que envolve
A natureza que envolve.


Aprecie o invisível.
Não o omita seu coração
Expresse a emoção!

O que fazer dos meus dias ?
das minhas minhas noites ?
Não há estrelas, não a lua.
O sol já não brilha como antes.


Passos desencontrados
Palavras soltas
Noites não dormidas
Futuro sem presente
Há raios, trovões ...


Turbulência
Ausência ...
Intolerância com descaso
Impaciente com presente.


Mundo dos sentidos
Aguçado e envaidecido 
Do egoísmo ao prazer...


Embalado por pensamentos...
Noites e amanheceres.
Criar o hoje 


Viver hoje
Amando meu presente


Aventura de viver
Viverei-te.
Estranho-te se não mais pretender-te! 

Quero tua face desnuda 
Ser a criatura da tua face oculta
Prosear nessa  com mistura
Liquefazer o mistério desse frenesi em loucura! 


Dialógo

O que fazes ?
Estou a contemplar.
Fitos os olhos ...
Mas o que enxerga , o que vê com tanta estima?
Tranquilidade, limpidez , amor, esperança, respeito ...
Onde ?
Olhe atentamente, não feche os olhos e não tema.
Por que não tema ?
Porque estas ai.
Como que não vejo ?
Não vê a imagem que reflete no rio ?