Tudo fortaleze

Tudo fortaleze
Nascem coisas de onde menos imaginamos.

terça-feira, julho 31, 2012

Alimento

Perder o raciocínio.
Alimentar o corpo.
Alimentar a alma.
Alimentar-me de sonhos.
Não sonhar mais com o fogo.
Alimentar a memória.
Ter a escassez de dores.



segunda-feira, julho 30, 2012

História

Tentativas de adequar a sua realidade.
Buscar sua afeição.                          
Entrar em sua vida,
Fazer parte de seu dia.
Ouvir suas história com atenção.
Conquistar sua ternura.
Sentir brotar o carinho de seu olhar.
Poder sorrir sem chorar.
Sentir-me segura.
Segurar em sua mão.
Sentir-me aquecida em seu abraço.
Sentir o seu calor.
Penetrar em seus olhos.
Ganhar o seu coração.

sábado, julho 28, 2012

Maternidade

Tenho saudade,
Sinto falta,
Falta de algo que nunca senti.
Do que nunca vivi.
Falta do que nunca vou ter.
Vazio que se encontra nos sentimentos.
Sentimento amor.
Amor materno.
Materno amor.

quarta-feira, julho 25, 2012

Cores

Navegar junto ao lilás,
Trazer seu mistério espiritual.
Sujar o vermelho e sua energia sensual.
Desbravar o verde em pacífico terno natural
O amarelo do sol em seu otimismo alegre!
O azul do céu que divertido convida.
Exaltar e explorar o sua cor.
Explode a  maré colorida.
Espuma de delícias.

terça-feira, julho 24, 2012

Meia Noite

Meia noite.
Ruas silenciosas.
Folhas secas voando.
Pensamento disperso.
Brilho cintilante.
Cerro os olhos,
A visão se transforma.
Abre-se um novo mundo.
Mundo de imaginação,
Mundo de fantasia.
Mescla de sonhos.
Meia noite!
Quimera real!
Desperta os sonhos,
Realiza desejos,
Meia noite mágica!
Magia em ter a magia.



Contorno.



Despercebida me pego imaginando.
O contorno de seus lábios,
Beijos molhados,
Beijo ousado!
O toque, a força e o poder de perder a razão.
Aproximação involuntária.
Lábios que dão asas a imaginação.
Percorrem o pescoço,
Contorna minha orelha,
Sussurra, geme,
Traz calafrios,
Estremece o ventre.
Lábios quentes,
Maliciosos,
Beije o ventre,
E os lábios tremem.
Beije, me embebede
Contorne meu corpo com seus lábios.
Me beije ardente, e uso meus lábios com seus.

segunda-feira, julho 23, 2012

Luar


Um luau de cheia
Namorar na chuva,
Gostosa inteligência,
Um lindo amanhecer.
Sentir a maresia,
Somos a partícula de areia.
Carga elétrica do mar salgado,
Somos dinâmicos juntos.
Somos moléculas de água
Somos uma cidade de pensamento.
Praia de fantasia.
Um emaranhado de imaginativo.
Aspiração do encantamento de dança ao luar.

Esperar

Cuidar bem meu jardim.
Voar como uma borboleta,
Escalar montanhas,
Verdade em suas ações,
Congelar aquele momento especial,
Quero o segredo das borboletas.
A chave do jardim secreto.
Dos beijos intermináveis,
Inesgotável fórmula mágica da esperança.

terça-feira, julho 17, 2012

Mergulho



Mergulhar em um sonho,

Mergulhar em um beijo seu.
Uma dança de línguas,
Nadar em seu corpo,
Nado sincronizado,

Água que ferve,
Sangue que borbulha,
O deslizar de mãos suave,


Pêlos que arrepiam,

Desejos embriagados,
Criatividade na linguagem corporal.
Pupilas dilatas,
Risos descontrolados.
Verdades no edredom.

Fortes como aço.
Ligados como um imã.
Somos a obra inscrita.
Uma tela aberta sem registro.
Um molde,

Uma mistura,

Um grão de areia,
Uma praia deserta.
Um suspiro poético.

Uma História.

Quero descobrir o caminho para seu coração.
Quero fazer algo misterioso.
Treinar nossas melodias.
Letras doces, fortes e sensuais.
Corações simples
Corações valentes.
Corações virgens.
Coração sofridos,
Violados ...
Páginas em brancos.
Linhas a espera.
Traços a ser descobertos.
História a ser escrita.
O livro está a sua espera.
A minha mão aguarda a sua.
Luta silenciosamente, 
Timidamente para traçar as linhas com sua 
Que universo quer unir.
Por casualidade de histórias  particulares







Temperos



Fortificar a vida com manjericão.
Ter a alegria do alegria.
Ter estimulo com a sálvia.
Curar as feridas e a fraqueza com manjerona.
Temperar a vida com a alegria nas montanhas.
Ser como Afrodite.
Aroma doce, quente, inesquecível , (...)
Tempero que junte emoção, mente e corpo.
Desmistifique corações.
Traga a coragem, Cúpido com suas flechas.

Desbravar a floresta, os marés, percorrer terras (...)
Temperar a vida!
Temperemos céu, a noite, o dia com a pureza no olhar.
Comida que alimenta a alma.
Comida que dá força ao corpo.
Amor sublime,

Amor de temperos a flamar.,
De mil aromas,
Com mil descobertas por fazer (...)
Inventar e imaginar aromas diferentes para

Mil Flores perfumar,
Mil abelhas polenizando o néctar
E outros mil temperos a temperar nossos vidas.
Tempero na doçura de te amar
Chegando junto ao teu olhar te façam notar.

Castelo.

Construir um castelo.
De base sólida,
De Fortaleza inviolável.
Castelos de sonhos,
De jardins suspensos,
Onde o sol sempre brilha,

Os pássaros cantam,

Com flores perfumadas.
Pessoas simples,
Pessoas amáveis.
Cordialidade visível.
Corrente de felicidade,

Mar em de águas claras.
Realidade ao alcance.
Mãos que compartilham.
Empatia na figura.
Castelos fabricado,
Imaginado e esperado.





segunda-feira, julho 16, 2012

O que será ?

Uma dor no coração.
O céu está cinza.
Falta amparo.
Quero um tesouro.
Andar de pés descalço na areia.
Ver o nascer do sol nos marés.
Sobre a pedra fincar para não cair.
Ter força das ondas para não desistir.
A ventania para levar embora a agonia.

Dream

Sonhos,
Especialidades,
Pintar uma tela,
Sentir o sabor de sua boca.
Mordiscar seus lábios,
Flashes de desejos.


Sonhos,
Necessidades,
Especial em você,
Marcas eternas no corpo.
Cada movimento,
Cada toque,
Liberdade nos dias e noites.


Sonhos,
Beijo ruim,
Beijo bom,
Inesquecível prazer!
Beijo no ventre,
O peito beije!


Resposta sem fôlego.
Laços de mãos
Entrelaçadas pernas.
Fotos na mente.
Céu se desprenderá as estrelas.
E a lua como testemunha.
Amantes no eterno invisível laço de amor.


Visão

Olhos despreocupados,
Descompromissados,
Olhos anestesiados!
Olhar que corta!
Lamento em dias gelados é como o ácido.
Adoraria ver-te correndo junto a mim.
Gostaria de estar de braços abertos.
E sermos aprendizes a olhar a vida.

sexta-feira, julho 13, 2012

Falar

Cada frase um desabafo.
Cada palavra uma emoção.
O grito vem da gramática.
Eco vem pensamentos.
A expressão deve ser objetiva.
Os dedos são testemunhas de lembranças,
As mãos trazem a vibração que olhos não podem ver.
Tímida fala.
O corpo fala mas há a cegos com plena visão.
É grito é silenciado por sua surdez especifica.
E desabafo da frase não serve.
A palavra de emoção não te toca.
A gramática de pensamentos não coincidem.
Minha expressão te leva para longe.

O brilho ofusca a visão,
Uma cegueira passageira.
Um encanto que acaba.
A melodia já não é mais suave.
A atmosfera perdeu a magia.
Seu riso é indiferente.

quinta-feira, julho 12, 2012

Falsidade como arte.

Usam-te!
Usam sua fragilidade,
Sua bondade.
A carência de maldade.
Usam suas palavras.
Usam sua companhia.
Lhe tiram seu melhor.
Fingem preocupação diante outros semelhantes a ele.
Lhe acham de amigo quando precisam de você.
Você se preocupa.
Dá atenção, o melhor de si.

Dá a si mesmo.

Eles tem a falsidade como arte.
Arte de enganar.
De manipular.
Seriam suas amigas tais pessoas ?
Logo elas te esquecem!
Esquecem de você.
Você tentar manter o nível de antes.

Mais não há comunicação da outra.
Resultado: foi engano, usado!

O olhar de tristeza,
As palavras que ele escrevia,
A confusão em sua mente.
A melodia que ouvia, você soube interpretar.
Você faz a coisa certa, que julga correta.
Para saber que lá fundo estão se beneficiando e atacando sua fragilidade.

Jamais perceberão seu olhar de tristeza ou recebe sequer lhe darão carinho e afago.
Já conseguiram com êxito suas qualidades.
Levaram com sigo mais uma pequena parcela de confiança.
Trouxeram a desconfiança, a dúvida , (...)
'Amizade' quer era distante, inexistente.
Indescritível é o sabor da ingenuidade, do crer no que existe.

Fatalidade.

Inocência roubada.
Mentiras contadas.
Amor camuflado.
Injúria de infância.
Apagar o passado.
Esquecer o presente.
A dor não passa.
O silencio é como a morte.
O sol já não brilha.
Sorriso é triste.


Apagar o passado.
Esquecer o presente.
Magoa  forjada na indiferença.
No caminho do carinho, encontrei ira em seus olhos.
Renega a criatura, Oh, criador!
Por ingenuidade ou por ilusão acreditei em sua proteção.
Em moeda de troca, a marca que arde.
É invisível aos olhos desatentos,despreocupados.
Não há sol, não há mais estrelas, nem mesmo a lua.
E futuro se tornou vazio,obscuro, dolorido (...)
Uma luta diária perante o esquecimento.





Voo

Quero os teus braços na minha cintura.
Sentir o toque de suas mãos.
Quero ficar embriagada com o seu amor.
Beber cada gota de sua saliva.


Quero ficar viciada no teu cheiro.
Viciada em seus beijos, nos afetos,
Quero ver estrelas nos seus olhos.
Ser o espelho que reflete a sua imagem.

Quero você para mim,
Perfumado, acanhado, corajoso (...)

De olhar tímido e amendoado.
Enfrentar os dias, dançar a noite.
Fantasiar segredos.
Trocar mistérios.
Rajadas de ventos não nos derrubarão.

Você ainda não entendeu, a única coisa que eu quero é dançar com você.
Seja onde for, na chuva, nas tempestades, no olho do furacão.
Voemos com vento.
Rasantes mentais.
Voemos para longe, mais voo se for somente com você.

Palavras.

Ciência:amor!
Religião: a verdade!
Poesia: a expressão!
Música: uma fuga da realidade.
Desejo: voltar a sonhar!
Ação: inativa.
Coragem: esta em falta.
Imaginação: permanece.
Ilusão: foi perdida.

Sorte

Expressar melhor os sentimentos,
Dar vida a emoção.
Reagir.
Surpreender com amor.
Compreender a ciência dos afetos.
Uma relação social.
Um pedido as estrelas.
Me deem boa sorte.

Medo

Como não alimentar o medo ?
Pessoas aceleradas.
Tenho ilusões dentro coração,
Existem muitos jogadores espertos e sem escrúpulos.
Sim, há muito medo.
Muitos disfarces,
Muitos são os enigmas.
Uma fogueira de vaidade.
Tenho medo.
Trabalhar o lado animal.
Ver a transparência no caráter.
Falsos amigos,
Falsas companhias
Tenho medo.
Medo da decepção novamente.
Expressões sem valor.
Medo de palavras mau interpretadas.
Medo do orgulho.

Reunião

Foi perdida a esperança.
Se foram os desejos.
Desmontaram-se os sonhos.
O fracasso se inciou.
O tormento bateu a porta.
Os espinhos penetram a pele.
O mundo está preto e branco.
As sombras te acompanham.

Vício

Gostaria de realçar a alegria.
Desprender das lembranças.
Afogar a solidão.
Invadir as ruas com felicidade.
Saborear os ventos dos desejos.
Direito de felicidade.
Vício de amor,
Viciar em palavras doces.
Em gestos de preocupação.

Fantasia


Gostaria de ser sua melhor amiga.
Fazer despertar seus sonhos mais loucos.
A inspiração de suas respostas.
Ver flocos de neve cair sobre sua face.
Ao nascer do sol em uma planície de fantasia.
Príncipe e princesa de gelo se encontrando com apenas um olhar.

O gelo

Ser de verdade.
Sentimentos reais.
Realidade brusca e insatisfatória.
Dias que valam a pena.
Carinho específico.
Refrescar o fogo, a chama.
Não somos a destruição

Gostaria que fosse sincero em sua razão.
Usar os instintos para amenizar sua emoção.
Quero fujir do mundo.
Os sonhos foram destruídos.

E seu coração permanece como o gelo.

Arte de imaginar

Arte de criar a necessidade.
De envolver o pensamento.
De pintar os sentimentos.
Hipnose no consciente.
Consciência clama, suplica ...
Olhos para imaginar a criação.
Criações firmes, desejos na pele.
Saborear a ação.
Arte na imaginação.
Imaginação de ver-te diante de mim e o coração palpitar.

quarta-feira, julho 11, 2012

Encantar

Você me encanta.
Sempre me encanta.
Me encantou em um segundo olhar.
Me jogou feitiço, magia, fascinação.
Me fez levitar.
Fico no céu plainando.
Escorregando no arco de sua íris.

terça-feira, julho 10, 2012

Mesmo

O que semelhante no caminho?
O que se faz semelhante ao nosso semelhante ?
O que reflete nas águas ?
Que imagem você possui ?
De onde surge as ideias ?
Como surge o caráter ?
De onde vem o confronto ?
Ainda existe valor moral ?
As águas rolam!
O semelhante não enxerga.
Nas águas há somente ondulações de poças rasas.
A imagem está torcidas.
Vidraças foram quebradas.
Os valores estão confusos, empoeirados.
As ideias abandonaram a mente.
O confronto já não se faz presente.
Somos levados por pensamentos de outrem.
Levados pela publicidade que enche a vaidade, mas não preenche o caráter.
Da utopia do prazer fácil, de embalagens perfeitamente maquiadas em suas entrelinhas, que contém o nada, o vácuo, o vazio, o fingimento ...
Levados a crer em mundo forjado, em um mundo pago!
Em mundo de aparência, onde os valores morais , o caráter, o respeito, a generosidade, a humildade, a benevolência, o carinho, a compreensão, a gentileza (...)
Foram esquecidos, jogados em mar de lama e corrompidos pela bestialidade de uma raça!
Esses ditos seres pensantes, já não se assemelham a imagem.
Pertencem a um mundo aparente.
Um mundo relapso.

segunda-feira, julho 09, 2012

Recomeçar


Recomeçar a andar.
Plantar harmonia.
Colher alegria.
Um futuro diferente.
Futuro de compreensão,
Respeito, doação (...)

Nada de sofrimento.
Não ser enterrado vivo.
Por suas lembranças,
Por falta  entendimento.
Por falta de clareza.
Devemos ter  preocupação real para o semelhante.

Implantemos mais amor,
Implantemos esperança.
Lutemos com coragem,
Implantando uma rotina que fuja 

Rotina

Desconectar da rotina.
Implantar uma nova memória.
Implantar novas lembranças.
Recomeçar com novos planos.
Traçar novos objetivos.


Termos a liberdade de pensamento.
Liberdade para amar.
Liberdade de expressão.
Implentémos a verdade a rotina.


Palavras que tranquilizam.
Invasão de um jardim de felicidade.
Olhares de compreensão.
Desconectar a mente de nosso egoísmo.
Fruto de nossa ignorância.


Desconectemos do que não  presta.
Raiva, ódio, desamor, falta de respeito e seus similares.


Conectemos a nossa rotina,
Rotina do bem.
Rotina de felicidade.
Rotina de mente alegres e corações leves!

Dias

Eles já não são os mesmo.
Estão carregados,
Pesados,
Cheios de metais estranhos.
A música já não faz mais sentido.

Dia após dia.

Dias iguais.
Probabilidade fugiu.
Tudo é igual.
Noites de frio
Dias sem sol.

Dia de luta.
Dia de lutar pela vida.

Nada, nada, nada ....
Tudo permanece o mesmo.
O universo brinca com sua vida.
Brinca com seus sentimentos.

Dias de felicidade.
Dias em casa
Dias de céu azul.
Dias de amor.





Beijar


Gostaria que pensa-se em mim.
Ideia de não esta vencida.
Quero arriscar.
Enfrentar o mundo sem mudar
Sem sentir saudade da ilusão.
Uma menina desajeita quer ser sua ...
Beijo ruim,beijo bom, beijo melhor!

Gelo

Nada de gelo de palavras.
Chega de sonhos impossíveis.
Sejamos a história.
Temos equilíbrio.
Temos a chance.
A hora é agora!
Mergulhe,
Sacrifique-se!
Deixe rolar.

Apego

Ideias surgem.
Interminável!
Nada de sonhos.
Nada de pensamentos.
Surge o fim.
Vejo a transformação.
Quero ouvir sua voz,
uma distração para os problemas.
Cheiro estranho.
Perigoso é o caminho.
Ironia em seus gestos.
O sofrimento afeta.

quarta-feira, julho 04, 2012

Teatro Diário

Tranquilidade,
Paparicos,
Aceleração cardíaca,
Entremos em ação, criemos a cena.
Façamos o espetáculo.
Não sejamos coadjuvantes nessa peças.
Causemos impacto.
Produza alegria, sorriso e felicidade.


Excêntrico


Teremos recordações marcantes.
Cenas de romance.
Uma pressão sobre as nuvens.
Uma defesa ?
Um café forte.
Quero esclarecimento.
Uma condição livre.
Liberdade para consciência.
Segundos inesquecíveis.
Quero ouvir o silêncio estelar.
Ver o buraco da noite.
Ser impressionante, criativo
Confiante novamente!
A culpa não é sua.
A culpa não minha.
O mundo é perturbado.
Sanar as diferenças.
Tentar convencer o louco.
Ser louco.
Não estrague.
Seja específico.
Você tem algo.
Sabe a resposta.
Deixe a insegurança.
Façamos efeitos especiais.
Ser especial.


segunda-feira, julho 02, 2012

Violino

Teclas de um piano.
O fogo em chama.
Violino melancólico
Semelhança na música.
Uma intenção em meus olhos.
Um enigma como arte.
Solidária e sentimental
Homenagem ao ser.
Honestidade mutua
Sensação de brilho no seus olhos.
O calor em suas mãos.
Seus lábios  tremem.
Estranho não pensar em você.
Arder se torna patético.
Desejo uma razão.
Ter uma jornada gloriosa.
Piano e violino no junto no mesmo compasso.

domingo, julho 01, 2012

Singular

Aspectos,
Aparência,
Sim, me importam.
Sua totalidade me provoca.
Evoca minha essência.
Instiga meus extinto.
Persuadi meu meus poros.
Seduz mente, alma e coração!

Lógica

Não quero uma coisa lógica.
Quero contato visual e toque.
Devemos descartar o olhos.
Devemos nos misturar.
Até liquefazer os sentimentos.

Sobre

Sobrevivemos de lembranças,
Sobrevivemos do esquecimento.
Sobrevivemos de histórias.
Retomamos certos hábitos.
Esquecemos os de costume.
Andarilhos, nômades, eremitas à procura de novas rotas.
À procura da verdade.
Na busca do conhecimento.
Conhecermos a nós mesmo.
Em busca da segurança.
Na plenitude da alma.
Sobrevivendo na selva.
Sobrevivendo em marés de ignorância, hipocrisia, desrespeito ...
Sobreviventes na busca de sobrevivência.


Preocupar


Me irrita,
Me deixa com raiva,
Me deixa nervosa.
Os nervos se contorcem.


Quero te estrangular.
Te bater, 
Xingar (...)
Dos olhos saem faíscas.


Desentendimentos,
Ânimos que se exaltam.
Cheiro forte da preocupação.
Que se perde com vem o sorriso em seu olhar.
Fito meus olhos.
Admiro seus olhos,
Seus gestos,
Gosto das sua forma.


Aprecio suas mãos.
Seu jeito de falar.
Da doçura que faz virar criança.
A maneira como pede clama por atenção.




Aprender

Um desastre na mente.
Uma renovação como tentativa.
Existem formas de esquecer.
Formas de terminação (...)
Por que tudo está errado?
Onde está o erro ?
Por que não há amor ?
No momento quero suas digitais.
Não ser um ácaro invisível.
Precisamos apreender.
Desenvolver uma consciência.
Recorrer a nós mesmos.
Olhares doces e presentes!
Somos capazes de amar.
Podemos dar amor, sermos o AMOR!
Fantasiar, morrer, viver (...)
Já sofremos bastante.
Não podemos desistir.
Não deixe escapar.
Não seja autodestrutivo.
O enigma da preocupação.
O mistério da dúvida.
Covardia em admitir.
Ocorre o barulho,
Se dá a explosão!
Expandi-se nossas moléculas.
Disposta a aprender.
A lutar e construir.
Porém sem forças, pois há dúvidas em suas ações, dúvidas em seus coração.
Efeitos colaterais.
Efeito borboleta.