Tudo fortaleze

Tudo fortaleze
Nascem coisas de onde menos imaginamos.

segunda-feira, dezembro 12, 2011

Bate *

Amacia a carne,
Bate e arremate.
Arremesse-me contra a parede.
Quero gosto.
Sinto a pele!
Sinto o pulsar das artérias
Ela queima, ela arde (...)
Nessa explosão, nesse incêndio de corpos!