Tudo fortaleze

Tudo fortaleze
Nascem coisas de onde menos imaginamos.

terça-feira, outubro 05, 2010

Passos

A passos lentos. 
Rua poluída !
Pessoas, sons, cheiros [...]
Onde estou ? O que procuro ?


Onde quer se chegar ?
Mentes lotadas 
De incerteza, desapego, ignorância, cumplicidade 
[...] Pessoas distantes, de mim e de você !
Vidas inertes.


Chega à noite.
Ruas em silêncio.
À noite perde-se na escuridão, em lembrança, nos sonhos.
Nada faz sentido !


Onde estão nossos sonhos ?
Nas ruas silenciosas,
Adormecidos,
Guardados em caixas empoeiradas.


Quero sentir meus sonhos vivos.
Quero encontrar eles na primeira esquina, por que não ?
A brisa de sua respiração ! 
E onde estou agora ?


Tocando você lentamente.
Com meu andar lento e olhar impar.
Somente esperando o momento de toque.
Toque que não chega, que arde e queima.


A passos lentos,
Procuro-te !
Então te encontro.
Sua doçura mergulhada na ironia de um caminho incerto na qual não vê.